fbpx
Franquia ou negócio próprio: qual investir?

Franquia ou negócio próprio: qual investir?

Em busca de realização pessoal, autonomia e liberdade, mais da metade dos brasileiros querem abrir um negócio. No entanto, é muito comum entre os futuros empreendedores surgir a dúvida se é melhor investir em uma franquia ou no negócio próprio. Realizar pesquisas e buscar o autoconhecimento é o primeiro passo para decidir em qual modelo de negócio investir.

Para saber qual é a opção mais indicada para você, primeiramente, é importante avaliar seu perfil empreendedor. Como forma de auxiliar a identificar o seu perfil de empreendedor, o Sebrae disponibiliza um teste simples e rápido. Baixe o quiz, faça o teste e descubra qual é o seu perfil.

Além de descobrir qual seu perfil empreendedor, para decidir se é mais viável investir em uma franquia ou negócio próprio, é importante levar em conta também alguns outros fatores, como por exemplo: capital disponível para investimento e em quanto tempo deseja obter retorno financeiro.

Para entender qual modelo de negócio é ideal para você, continue a leitura deste artigo em que elencamos as principais diferenças entre franquia e um negócio próprio.

Entenda as diferenças entre franquia e negócio próprio para decidir em qual modelo de negócio investir

Independentemente do modelo de negócio que pretende investir seja uma franquia ou negócio próprio tenha em mente que ambos exigem muito esforço e dedicação para obter sucesso. Confira a seguir as principais diferenças entre os dois tipos de modalidade.

Taxa de mortalidade dos negócios

De acordo com o IBGE, a maioria das empresas fecha as portas após cinco anos de atividades. A taxa de mortalidade tende a ser menor na modalidade de franquias, isso porque esse modelo de negócio oferece maior segurança e retorno garantido ao empreendedor de primeira viagem em comparação ao negócio próprio. Por esse motivo, franquia costuma ser a opção ideal para os empreendedores mais cautelosos e abrir um negócio próprio é a alternativa indicada aos mais audaciosos.

Investimento inicial e retorno financeiro

Abrir uma empresa do zero exige um investimento inicial maior em relação às franquias, principalmente comparado à modalidade de franquia home-based opção de negócio que o  empreendedor pode trabalhar por conta própria de casa, sem a necessidade de investir um ponto comercial para realizar a prestação dos serviços.

Além disso, quem deseja iniciar um negócio próprio precisa dedicar mais tempo e esforço na realização de pesquisas mercadológicas e no desenvolvimento do negócio como um todo. Diferentemente das franquias, que são modelos de negócios já testados e validados no mercado e, portanto, oferecem garantia de retorno rápido e baixo investimento inicial.

Suporte operacional e administrativo

Pelo fato das franquias serem negócios bem sucedidos no mercado, o franqueado pode usufruir do know-how da empresa franqueadora e contar com consultorias e treinamentos para gerenciar a empresa. Assim como, obter suporte operacional e administrativo para gestão eficiente e aperfeiçoamento do negócio.

Já o negócio próprio, demanda muito mais dedicação e planejamento do empreendedor para que seja viável promover a gestão operacional e administrativa eficiente da empresa. O que exige, muitas vezes, experiência prévia ou maior investimento em capacitação para gerenciar os negócios.

Reputação da marca

Por ser um modelo de negócio já consolidado, as franquias dispõe de uma reputação no mercado. Portanto, fica mais fácil para o franqueado conquistar seus primeiros clientes, pois os produtos ou serviços comercializados já são conhecidos.

Já o empreendedor que investir no negócio próprio precisa construir a reputação da marca, assim como fazer um investimento maior em branding e marketing para fortalecer a reputação da marca no mercado e conseguir conquistar e fidelizar os primeiros clientes.

Caso tenha se interessado em investir em uma franquia, conheça o passo a passo para abrir uma microfranquia Piscina Fácil.

Share this post


%d blogueiros gostam disto: